Entenda a diferença entre empréstimo e financiamento

Empréstimo e financiamento podem parecer a mesma coisa e até usamos essas palavras como sinônimo, mas as aparências enganam.

As vezes passamos por dificuldades financeiras ou apenas queremos investir em algo e decidimos recorrer aos bancos para obter crédito.

Quando recorremos a um empréstimo ou financiamento, precisamos entender quais são as diferenças entre eles e qual atende melhor as nossas necessidades.

Vamos então tirar as dúvidas e entender que diferenças são essas?

busca e apreensão de veiculo

Financiamento

Essa é uma operação de crédito realizada com destinação específica, vinculada à comprovação da aplicação dos recursos.

No financiamento a pessoa contrata a operação para comprar um bem ou adquirir um serviço específico.

Geralmente o bem financiado serve como garantia e, por isso, os juros, nessas situações, costumam ser menores.

Deste modo, essa operação não oferece, diretamente, dinheiro como forma de crédito, mas financia a compra de um bem.

Os tipos mais comuns são os financiamentos de veículos e os de imóveis, que possuem regras rígidas de aprovação.

Outro ponto interessante é que financiamentos podem ser decorrentes de algum Programa Oficial do Governo.

Por isso, podem ter custos subsidiados, destinado ao fomento de algum projeto, empreendimento ou aquisição que apresente relevância social.

Empréstimo

Os empréstimos são operações de crédito realizadas sem destinação específica e sem vínculo à comprovação da aplicação dos recursos.

No empréstimo a pessoa contrata a operação e não especifica como utilizará o dinheiro que pode ser usado livremente.

Diferente do financiamento, no empréstimo você pode utilizar o dinheiro da maneira como quiser.

São exemplos os empréstimos para capital de giro, os empréstimos pessoais, empréstimos consignados e os adiantamentos a depositantes.

Como não tem vínculos, e em muitos casos sem a necessidade de garantias, o empréstimo costuma apresentar juros mais altos que o financiamento.

empréstimo financiamento

Qual é o melhor?

Se você deseja adquirir um bem de custo alto como imóvel ou um veículo, é vantajoso optar por um financiamento que possui juros mais baixos.

Já se você deseja pagar uma dívida ou aplicar o dinheiro em algo de menor custo, o empréstimo pode ser uma boa opção pela liberdade oferecida para uso do dinheiro e facilidade de aprovação do crédito.

No entanto, maior facilidade na aprovação do crédito nem sempre é um bom sinal.

Vamos fazer um cálculo simples para que você tenha uma noção real da diferença de valores entre financiamento e empréstimo.

Conforme dados divulgados pelo Banco Central, enquanto um financiamento de veículos tem uma taxa média de juros de 1,5% ao mês, um empréstimo pessoal tem 6% ao mês.

Considerando essas taxas como exemplo.

Se você financiasse um veículo de R$ 20.000,00 em 36 meses, as parcelas seriam de R$ 723,05, sendo pago ao final R$ 6.029,80 de juros.

Agora você pegasse um empréstimo pessoal de R$ 20.000,00 em 36 meses, as parcelas seriam de R$ 1.367,90.

Neste caso, você pagaria ao final R$ 29.244,40 só de juros.

Como pode ver, a diferença de juros entre empréstimos e financiamentos são grandes.

Hoje você pode contratar um empréstimo por um aplicativo de celular.

Mas, saiba que quanto maior a facilidade para liberação do crédito, maiores serão as taxas de juros.

Por isso, é importante observar os seus objetivos e as ferramentas à disposição para fazer a melhor escolha na hora de procurar crédito.

busca e apreensão

Pesquisa é fundamental

Antes de contratar um empréstimo ou um financiamento, pesquise bastante.

Não contrate com o primeiro banco ou financeira que pesquisar.

Como as taxas de juros e outros encargos variam bastante de banco para banco, a pesquisa é fundamental.

Por onde começar a pesquisa?

O Banco Central divulga periodicamente o ranking dos bancos e financeiras que cobram as menores taxas de juros.

Nesse ranking tem as operações de crédito concedidas tanto para pessoas físicas, quanto para pessoas jurídicas.

E você pode consultar as menores taxas para financiamento de veículo, de imóveis, empréstimo pessoal, consignado, capital de giro, dentre outros.

Portanto, o Banco Central disponibiliza uma ferramenta importante para você descobrir quais os melhores bancos para fazer um empréstimo ou financiamento.

Confira aqui o ranking do Banco Central.

busca e apreensão
Comentários no Facebook